O consenso na reunião da CEN (Comissão Executiva Nacional) do PHS com representantes dos dez maiores colégios eleitorais do Brasil e mais o DF é que o partido deve apostar no diferente. No encontro, na manhã desta quarta-feira (12) em Brasília, os solidaristas falaram sobre as possibilidades de alianças para coligações estaduais e apoio para a presidência da República.

O presidente Nacional do PHS, Eduardo Machado, esclareceu sobre as conversas que estão ocorrendo com outros partidos e lembrou que o PHS nunca foi tão prestigiado por pré-candidatos ao cargo de presidente da República. “Nosso partido tem despertado o interesse de muitas grandes siglas”, destacou.

Na oportunidade, o vice-presidente Nacional do PHS, Cláudio Maciel, falou sobre a agenda das plenárias estaduais e a pauta de debates durante os encontros. O secretário-geral Nacional, Luiz França, cobrou os números da campanha nacional de filiação e reforçou o compromisso de aumentar em 100% o número de filiados.

Os dez estados que tiveram representantes na reunião com a Executiva Nacional representam 75% do eleitorado nacional, segundo levantamento do TSE.


Presenças durante o encontro:

Dirigentes estaduais:
Vereador Laércio Benko – presidente do PHS-SP
Vereador Marcelo Piuí – presidente do PHS-RJ
Vereador Marcelo Aro – presidente do PHS-MG
Marcelo Guimarães Filho – presidente do PHS-BA
Valter Viana – presidente do PHS-PA
Josenir Gonçalves – presidente do PHS-PA
Deputado Carlinhos Florêncio – presidente do PHS-MA
Lucas Kontoyanis – presidente do PHS-DF
Álvaro Gaudêncio Neto – presidente do PHS-PB
Carlos Andrade  – presidente do PHS-RR
Homero Barreto Jr – presidente do PHS-TO


Dirigentes Nacionais:
Eduardo Machado – presidente
Claudio Maciel – vice-presidente
Belarmino Sousa – 2º vice-presidente
Luiz França – secretário-geral
Cristian Viana – secretário-adjunto
Murilo Oliveira – tesoureiro
Deputado Adail Carneiro – secretário Nacional de Articulação Política

“Apostar no diferente” é a proposta do PHS para as eleições

Deixe uma resposta