Ata da convenção regional ordinária semestral do Partido Humanista da Solidariedade do Estado de Roraima

Aos vinte e oito dias de fevereiro do ano dois mil e nove, às oito horas e trinta minutos, nesta cidade de Boa Vista – RR, com sede localizada na Avenida nossa Senhora da Consolat , 1745, centro, CEP 69301-011, reuniram-se os membros da comissão interventora estadual do PHS-RR, em sua maioria e de conformidade com o estatuto partidário, para deliberar sobre: O modo PHS de Governar, nomeação de CDPM, relação do PSH com os governos Estadual e municipais e posição do partido frente as questões políticas a nível estadual e municipais, prestações de contas e situação do PHS-RR e outros assuntos. O senhor presidente em nome de Deus declarou aberta à reunião e logo convidou a senhora Nádia Nascimento da Silva, para secretariar os trabalhos da referida reunião, sendo que a convidada aceitou o convite, que em seguida o senhor presidente fundamentado no estatuto do PHS, solicitou a senhora secretária que lesse em voz alta o edital de convocação número 1/2009 e passou para o primeiro item do edital. Fez explanação sobre o modo PHS de governar, após colocou o tema em debate e distribuiu CDs sobre o assunto para os presidentes das municipais e vereadores do PHS presentes ao evento. Após falou sobre nomeações de novas CDPM. Seguindo a pauta colocou em debate para discussão, a relação do PHS-RR com o governo estadual e municipais e posição do partido frente às questões políticas a nível estadual e municipais. O assunto foi exaustivamente discutido pelos os membros do PHS presentes a convenção e decidido que, a maioria absoluta critica e discorda contundentemente da política governamental imposta ao Estado de Roraima, por grupos gananciosos, inescrupulosos e corruptos que visam somente seus interesses em detrimento do bem comum. Foi enfatizado que o deputado estadual do PHS, vota a favor dessa política nefasta e que a posição dele fere os princípios pétreos do PHS, incisos: I. II, III, IV, V e VI do artigo 3º do nosso estatuto e age em discordância da decisão deliberada pela maioria absoluta dos membros do partido, o que é falta grave também contra nosso estatuto. Foi salientado que apesar do deputado ser situacionista, o PHS roraimense não ocupa nenhum cargo no governo estadual e nem na assessoria parlamentar do deputado na assembléia legislativa de Roraima.

          Indagaram do senhor presidente se ele já teria tomado providência cabíveis em relação a essas infrações graves acometidas contra o estatuto do PHS, pelo o deputado Ronaldo Trajano. O presidente respondeu que já tinha encaminhado ofício ao parlamentar, inclusive solicitado a pedido do presidente da CEN, a composição completa do seu gabinete parlamentar, porém até o presente momento não obteve resposta. O presidente Petrônio disse que o deputado com essas atitudes demonstra um tremendo desrespeito para com o PHS e infringe também os incisos: I, II, V, VII e VIII do artigo 7º do estatuto do nosso partido. Após toda essa calorosa discussão o presidente colocou em votação para que a assembléia decidisse se o PHS se manteria em uma posição crítica em rela a política do governo estadual ou se manteria em concordância e conivência com a política demagógica, desumana e ante-solidária que está acontecendo no nosso Estado e o resultado foi: 17 votos a favor de que o PHS permanecesse oposição ao governo estadual, nenhum voto contra e duas abstenções. Em seguida foi discutida sobre as prestações de contas e situação financeira do PHS-RR, onde o senhor presidente informou que está sendo regularizada a situação financeira do PHS-RR junto ao TER-RR e o partido já tem conta no Banco da Amazônia e CNPJ. Em seguida o senhor presidente abriu oportunidades param os presentes que quisessem falar, para encerrar a convenção. E foi alertado que com a entrado do deputado Ronaldo Trajano ao PHS, muitos militantes abandonaram o PHS, inclusive ex PHS que se elegeram, em municípios como mais votados e se ele permanecer no partido, muitos pretensos candidatos com potencial de votos, deixarão de ingressar no PHS e outros disseram que abandonariam o partido caso ele permanecer-se, por que não irão servir de “bucha” para ele.

           Por fim o senhor presidente agradeceu a presença de todos e encerrou a convenção.

           E eu Nádia Nascimento da Silva lavrei está ata que vai por mim assinada, pelo presidente e o membro da comissão interventora.

 

Nádia Nascimento da Silva

Petrônio Pereira de Araújo

Péricles Viana de Araújo.

 

Boa Vista, 28 de fevereiro de 2009

 

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta