Câmara aprova projeto de lei que garante assistência às mães na amamentação

A Câmara aprovou ontem (8), Dia Internacional da Mulher, o projeto 3170/2015, do deputado Diego Garcia (PHS-PR), que obriga as unidades de saúde a acompanharem a prática do processo de amamentação, prestando orientações à mãe quanto à técnica adequada. O projeto havia sido aprovado por unanimidade na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) no dia 09 de agosto de 2016. Agora, a matéria segue para o Senado Federal.

Principalmente para os primeiros filhos, podem surgir dificuldades quando se amamenta na prática. São comuns relatos de problemas como dores ou mastites, que podem ser evitadas com orientações básicas. “É importante que as famílias saibam que a amamentação realizada de forma adequada, em uma boa posição, não provoca dores, a quantidade que sai de leite é adequada e o bebê engole sem dificuldades. Pequenos ajustes podem significar ganhos enormes em termos de saúde”, explica Diego Garcia.

A relatora da matéria na CSSF, deputada Dulce Miranda, enfatizou a importância da proposta para a segurança da mãe e saúde da criança. “A proposta representa um grande diferencial para a possibilidade de sucesso do aleitamento materno. Pequenos ajustes podem trazer segurança à mãe e significar um período pleno de convivência, com benefícios para a saúde física e psíquica da criança que persistirão ao longo de sua existência”.

Deixe uma resposta