O pastor Silas Malafaia, presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, e o professor Toni Reis, representante da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), foram convidados pela Comissão Especial do Estatuto da Família (PL 6583/13) para participarem da última audiência pública na Câmara dos Deputados, desta quinta-feira (25), a partir das 14h, em Brasília.

Além dos pontos polêmicos do projeto, que dispõe sobre o Estatuto da Família, ambos irão discutir sobre políticas públicas direcionadas à instituição familiar. Os organizadores esperam que a sociedade participe presencialmente do debate e também pelo portal E-democracia.

“Chegamos à quarta audiência pública com a contribuição de diversos especialistas. Além das audiências realizadas em Brasília, ouvimos a população em encontros regionais promovidos em Minas Gerais, Rio de Janeiro e no Paraná. Nessa reta final, convidamos dois profissionais conceituados e respeitados nos segmentos que eles representam. Minha proposta é ampliar a discussão, ouvindo todos os setores da sociedade”, explicou o relator da comissão, deputado federal Diego Garcia (PHS-PR).

A comissão especial é formada por 40 membros e é presidida pelo deputado Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ). “Creio que esta audiência é de suma importância para a elaboração da relatoria final desta proposição. Estamos trabalhando para que o Estatuto da Família contemple os anseios da sociedade”, declarou.

O presidente da comissão especial acredita que o debate é uma grande oportunidade para que os ativistas ligados ao movimento LGBT percebam que o Estatuto da família não se trata de um projeto homofóbico. “Gostaria que todos participassem. Somos tachados de homofóbicos e intolerantes, mas afirmo que essas declarações são totalmente equivocadas e prematuras. Aconselho que os que são contra esperem o relatório para depois tirarem suas conclusões. Estamos ouvindo todos os lados e o nosso objetivo é garantir que as famílias do Brasil usufruam de seus direitos”, pontuou Cavalcante.

No próximo semestre, o deputado Diego Garcia apresentará o parecer do PL 6583/13. Se aprovado na comissão especial, seguirá para o Senado. “Minha relatoria vai ser transparente e quero, com o apoio de todos os envolvidos, dar o melhor parecer ", finalizou o relator. O Centro de Convenções do estado do Amazonas sediará o próximo encontro regional, que acontecerá na segunda-feira (29).

Comissão do Estatuto da Família vai ouvir Silas Malafaia e Toni Reis

Deixe uma resposta