Conheça os eleitos que formam a bancada do PHS na Câmara Federal

O PHS elegeu cinco nomes que formam a bancada de deputados federais para o pleito de 2015 a 2018. Esses novos nomes e jovens políticos farão parte do quadro de 513 deputados na Câmara Federal a partir de 2015 e vão representar o partido à frente das decisões sobre o rumo do País. Como resultado de um projeto que pretendia formar uma forte bancada no Congresso Nacional, o PHS comemorou e saiu fortalecido dessa disputa das eleições.

Em comum, todos os cinco deputados da bancada, que pela primeira vez vão atuar no Congresso Nacional, têm o desejo de mudança. Atuando com as mais diversas bandeiras, mas sempre com o intuito de representar seus eleitores e a população em geral, eles esperam um ambiente onde tenham espaço para trabalhar, assim como já fazem em seus estados. Conheça quem são os representantes do PHS no Congresso Nacional:

1 – Adail Carneiro, 51 anos, nascido em Solonópole (CE)
De uma família de 15 irmãos, apenas Adail e mais um irmão entraram na vida política. O solidarista foi 2º suplente de deputado estadual no Ceará em 2006 e atualmente ocupa uma cadeira na Assembleia Legislativa do Ceará. Carneiro foi o deputado federal do PHS eleito com o maior número de votos – foram 113.885.
O deputado, que mora em Fortaleza desde seus 17 anos, é casado e tem dois filhos. Formado em administração de empresas, Carneiro espero apresentar o resultado de tudo que foi proposto em campanha. “Vou continuar tratando o povo com o máximo de respeito e trabalhar para agir em benefício da população e para o crescimento do meu partido”, afirmou.

2 – Carlos Andrade, 50 anos, nascido em Boa Vista (RR)
O servidor público federal chega a seu primeiro mandato como deputado federal e representa o estado com o menor número de eleitores. Roraima tem um pouco menos de 300 mil votantes.
Casado e com um filho, Andrade tem sua base na Igreja Evangélica Assembleia de Deus. O trabalho que é desenvolvido em seu estado, será repetido e ampliado no Congresso Nacional. “Quero dar uma resposta a esse anseio da população, que busca por mudanças, e fazer um trabalho comprometido com os eleitores”, destaca.

3 – Diego Garcia, 30 anos, nasceu em Bandeirantes (PR)
Apesar de ter nascido em Bandeirantes (PR), o jovem político sempre morou em Andirá (PR), onde é seu berço político. Garcia casou-se recentemente e ainda não tem filhos. O solidarista foi eleito para deputado federal com 61.063 votos. Este será seu primeiro mandato político.
No PHS, Garcia sempre atuou no Norte Pioneiro do Paraná, coordenando a Regional do partido. O jovem se destaca por discutir uma nova forma de fazer política, pautada nos valores da família e no diálogo.

4 – Kaio Maniçoba, 30 anos, nasceu em Recife (PE)
Eleito com 28.585 votos, o jovem chega a Brasília para seu primeiro mandato político. Maniçoba é solteiro e o contato com a política começou em casa, com a mãe. O solidarista lembra que o trabalho dos últimos meses é a base dessa vitória, que surpreendeu muitos candidatos de Recife e da região do Sertão de Itaparica, berço político dele.
Em 2015, Maniçoba quer atuar no Congresso Nacional para cumprir com tudo que prometeu. “Será um ano de aprendizado e muito trabalho. Quero representar a região onde vivo, que é muito carente. Serei a voz do meu povo no Congresso”, afirma.

5 – Marcelo Aro, 27 anos, nasceu em Belo Horizonte (MG)
Após dois anos de mandato como vereador de Belo Horizonte, o solidarista foi eleito deputado federal com 87.113 votos. Casado e com duas filhas, Marcelo Aro, diz que a votação surpreendeu as expectativas. “Esse resultado mostrou que ainda existem pessoas de bem espalhadas pelo Brasil. Quero fazer a diferença no Congresso Nacional e representar essas pessoas”.
Sobre o novo ambiente no Congresso Nacional, o solidarista não se sente intimidado. “Espero um ambiente de trabalho como outro qualquer, onde eu possa desenvolver minhas atividades e onde as dificuldades tenham soluções”, finaliza.

Deixe uma resposta