Deputado Adail Carneiro assume vaga na CPI do BNDES

O deputado federal Adail Carneiro (PHS-CE) assumiu nesta quinta-feira (27) uma vaga na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investiga supostas irregularidades no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico). Empréstimos secretos e prejudiciais ao interesse público estão na mira do colegiado.

O parlamentar avalia que a CPI do BNDES deve ouvir os envolvidos nos contratos de financiamento em investigação para esclarecer as responsabilidades. “Nosso papel será de grande importância. Onde encontrarmos práticas desonestas, erros ou falhas, vamos pedir naturalmente a punição dos culpados”, declara.

Adail argumenta que a condução dos trabalhos deve ocorrer com isenção e sem partidarizar as ações da comissão. “Para o esclarecimento de atos e fatos ocorridos nesta instituição financeira, é necessário muita responsabilidade e imparcialidade”, acrescentou Adail Carneiro.

Segundo o requerimento que instituiu a CPI, os contratos, que até junho estavam em sigilo, ocorreram entre 2003 e 2015, e beneficiaram países como Cuba e Angola. Os trabalhos da Comissão devem ocorrer em 120 dias e poderão ser prorrogados por igual período.

*Foto: Gabriela Korossy/Câmara dos Deputados

Deixe uma resposta