Dr. Jorge Silva defende aprimoramento na formação de policiais em todo o país

O deputado Dr. Jorge Silva (PHS-ES) defendeu que as forças policiais tenham melhor formação nas unidades da federação. O parlamentar sustenta que, em estados onde há agentes com melhor formação, como ensino superior, a violência contra jovens é menor.

A defesa foi feita na comissão especial que debate o enfrentamento ao homicídio de jovens (PL 2438/15). Nesta terça-feira (29), o colegiado realizou audiência pública com representantes do Conselho Nacional de Comandantes Gerais (CNCG), da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Feneme), Federação Nacional de Policiais Federais (Fenapef), policiais militares e outras instituições.

A audiência pública foi realizada para que os representantes das instituições ajudem a traçar soluções que reduzam o índice de mortalidade de jovens. Dr. Jorge Silva cobrou agilidade na formulação de projetos de lei e destacou que o país passa por mudança no crescimento demográfico, o que, segundo ele, agrava ainda mais a atual situação do país. “Estamos perdendo jovens, força de trabalho. Precisamos pensar de que maneira poderíamos agilizar ações”, destaca.

Já o presidente da Fenapef, Luis Boudens, argumenta que, com relação aos crimes não solucionados, “a discussão remete à mudança do modelo, seja de integração das polícias, seja de mudança nas carreiras”.

O solidarista defende um Plano Nacional de Enfrentamento ao Homicídio de Jovens que reduza o índice de homicídios para o padrão de um dígito por 100 mil habitantes; diminua a letalidade policial; reduza a vitimização de policiais; aumente da elucidação de crimes contra vida para 80% dos casos; e implemente políticas públicas afirmativas nas localidades com altas taxas de violência juvenil.
 

Deixe uma resposta