Palavra do Presidente

Solidaristas vão honrar o seu voto

 

É com grande satisfação que escrevo hoje, após o 5 de outubro de 2014, para falar do momento tão especial que o PHS e todos os solidaristas vivem. Passamos pelas eleições com grande sucesso e formamos uma forte bancada de deputados federais, são cinco nomes, e elegemos 11 deputados estaduais em todo o Brasil. Nada disso seria possível sem a confiança de milhões de brasileiros, que escolheram tentar o novo, escolherem mudar o cenário atual do Brasil. E a proposta que chegou até a casa de cada brasileiro tem o trabalho de cada solidarista em todos os cantos do Brasil.


A esses eleitores, agradeço imensamente pelo voto e asseguro, com toda certeza, que nossa bancada de deputados federais e nossos deputados estaduais vão honrar suas escolhas e farão história dentro do Congresso Nacional e nas assembleias legislativas. Obrigado por acreditarem em um partido que, de degrau em degrau, sem passar por cima de qualquer pessoa e com apenas 17 anos, conseguiu chegar onde muitos ainda não conseguiram.


Pretendemos fazer um Brasil melhor a cada dia com projetos novos e inovadores, com propostas de interesse da população, atuando com base no humanismo e solidarismo. E eu me incluo nesse grupo porque tenho plena certeza que eles nos representam e vão continuar o trabalho que já fazem hoje em seus estados.


Quando questionado sobre a juventude desse grupo e a possível falta de experiência para atuar dentro do Congresso Nacional, eu respondo com uma pergunta: o que é melhor que o novo para desbancar os conchavos e ficar fora dos combinados dos grandes articuladores das minorias?


Temos um quadro muito competente e antenado com os acontecimentos políticos. Esses deputados, que agora ganharam a confiança de parte dos eleitores, vão se destacar e levar o nome do PHS junto nessa grande batalha dos próximos quatro anos em Brasília.


O trabalho, que para muitos se finda com o encerramento da campanha eleitoral, para os solidaristas está só começando. Junto desses 16 novos representantes, o PHS planeja um 2015 de muito sucesso, crescimento e novos projetos.

Parabéns aos eleitos e àqueles que atuaram firme em suas campanhas e meu muito obrigado aos brasileiros.

 

 

Eduardo Machado
Presidente Nacional do PHS

 

 

 

 

 

 

 

 

É hora de ganhar as ruas do Brasil

Caros amigos solidaristas, passado o período de convenções, determinadas pela Justiça Eleitoral para as Eleições de 2014, é hora dos candidatos ganharem as ruas em todo o Brasil com um trabalho sério e comprometido. Entramos no mês de julho e temos três meses de muita ação até o primeiro turno das eleições.

Dia 5 de julho é último prazo para os partidos políticos e coligações apresentarem nos Tribunais Regionais Eleitorais, até as 19h, o requerimento de registro de candidatos a governador e vice-governador, senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital. Temos que ficar atentos a todos os prazos a serem cumpridos para que a campanha seja sucesso nas urnas e também perante a Justiça.

Na condição de atual presidente Nacional do PHS, me sinto muito honrado em contar com uma equipe tão forte que vai disputar uma vaga nas próximas eleições, seja na disputa para governador, vice-governador, senador, deputado federal ou estadual, todos fazem a história do PHS ainda maior.

Hoje, temos um partido reconhecido e respeitado nacionalmente graças ao trabalho de cada um. Agora é quando vocês, candidatos solidaristas, vão representar o partido junto a seus eleitores. A tarefa não é fácil e será cheia de obstáculos, mas confiamos que uma campanha respeitosa e aguerrida fará a diferença para todos.

A nossa recomendação é que observem todas as determinações da Justiça Eleitoral no que diz respeito à propaganda política e campanha nas ruas e na internet, que será uma grande aliada dos candidatos no próximo pleito.

Desejamos a nossos candidatos, em todos os cantos do Brasil, muita sorte nessa caminhada que é a campanha eleitoral. A Executiva Nacional do PHS apoia e parabeniza todos aqueles que traçaram suas metas e que agora seguem para a execução de um projeto e realização de um sonho.

Que o trabalho dos solidaristas, experientes e estreantes nessa disputa, seja de sucesso e que tenham a confiança do eleitor no dia 5 de outubro.

Vamos à luta, amigos!


Eduardo Machado
Presidente Nacional do PHS
(Partido Humanista da Solidariedade)

 

 

 

 

17 anos de lutas e mudanças históricas


O PHS chegou aos 17 anos no último dia 20 de março. O partido está em sua melhor fase e em um momento muito especial que antecede as eleições de outubro. É com uma enorme satisfação que estou presidente do PHS nesta data. O desafio da gestão de um partido político como o PHS, em franco crescimento, é grande, mas eu conto com um batalhão pronto para qualquer guerra. Os solidaristas são pessoas que realmente levantam as bandeiras do humanismo e solidarimo.

Ainda temos muito o que fazer nos próximos anos para sermos considerados pelos outros como um partido “grande”. Mas o que é ser grande? Vejo o PHS grande em seus conceitos, grande em seu trabalho e naquilo que propõe. Os números não são o principal. Precisamos de qualidade, de serviço prestado, de solidarismo e humanismo. O partido celebra hoje o reconhecimento nacional. O PHS é procurado por partidos considerados “grandes” e com muito mais tempo de história política para o diálogo. Esses são sinais claros do nosso crescimento

Hoje, com a força de guerreiros espalhados por todo o Brasil, o PHS caminha para as eleições de outubro com a certeza de uma grande vitória. Com humildade e muito trabalho, sabemos que vamos atingir nossa meta principal de eleger deputados federais por todo o Brasil.

O PHS é um partido jovem e destemido. Formado por pessoas que se dedicam diariamente às causas que são os ideais do partido de valorização do ser humano. A celebração desses 17 anos não acontece em Brasília ou apenas nas capitais do Brasil. O PHS é forte em todos os cantos do País, graças ao trabalho sério de todos os filiados.

Nosso partido caminha para sua maioridade dos 18 anos com a certeza de uma responsabilidade que é cada dia maior. Os erros praticados no passado ficam de aprendizado para uma nova administração, totalmente transparente e participativa.

Agradeço a todo apoio que me é oferecido enquanto presidente Nacional e desejo ao PHS que continue com o alicerce de grandes homens e mulheres que fazem desse partido uma família.


Eduardo Machado
Presidente Nacional do PHS

 

 

 

PHS cumpre suas metas em todo o Brasil

Não é de hoje que o PHS trabalha para atingir as metas estipuladas pela Comissão Executiva Nacional em todo o Brasil. Estamos, em todos os cantos do País, fazendo o melhor para que o partido cresça e figure entre as grandes siglas brasileiras. Não é um trabalho feito a toque de caixa, às pressas. São 16 anos de planejamento para justificar os dias atuais.

Vencemos mais uma etapa: a de filiações. Hoje, ampliamos em muito o número de solidaristas espalhados pelas 5.570 cidades brasileiras. E todo o mérito desse resultado é dos nossos antigos filiados que trabalharam sob sol e chuva para conquistar novos políticos e trazer gente com boas intenções para o grupo. Estamos mais fortes e mais unidos para enfrentar o desafio.

Vamos correndo em busca de nossos objetivos e surpreendendo. Sim, surpreendendo. Há ainda um grande grupo de desacreditados que verá, nas urnas, o resultado de tanto esforço dos nossos dirigentes em todos os estados. Gente que madrugou e rodou muitos quilômetros para uma visita, uma conversa e uma assinatura de ficha de filiação. É dessa gente que o PHS é formado. Não estamos sentados em escritórios à espera de novos filiados. Estamos nas ruas, nas grandes e pequenas cidades. Essa é a nova cara do PHS. É assim que vamos fazer nossa história no cenário nacional.

Após esse período, informo, muito satisfeito, que nosso objetivo anterior ficou pequeno diante das possibilidades que estão aos nossos olhos. Elas são reais. O PHS trabalha agora para eleger um deputado federal em cada Unidade da Federação. E está unido nesse objetivo. Temos praticamente um ano para a preparação e consolidação dessa nova meta e contamos como todos os solidaristas.

Quero agradecer aos que confiaram no nosso PHS e escolheram o Partido Humanista da Solidariedade para sua base política. Para nós é um grande prazer ter pessoas com princípios e ideais como os que regem o partido. A todos vocês, faço um convite especial: vamos fazer do PHS um dos maiores e mais qualificados partidos do Brasil.

Estamos no caminho certo e vamos continuar nossa luta!
 

Eduardo Machado

Presidente Nacional do PHS

 

 

 

 

Diga não à reeleição e vamos renovar o Congresso Nacional

Temos, no próximo ano, a oportunidade de mudar a “cara” do Congresso Nacional. Está nas mãos da população a possibilidade de dizer um NÃO à reeleição e dar chance a novos nomes e políticos que podem mudar o cenário nacional. Um mandato é muito tempo para que os políticos possam desenvolver seu trabalho.

O que defendemos, é algo que só fará bem ao processo eleitoral. Queremos a limitação das reeleições legislativas e acreditamos que a reforma política deveria incluir em sua discussão limites da reeleição para cargos de vereador, deputado estadual, deputado federal e senador. Assim haveria espaço para renovação política e para redução de gastos da máquina pública com campanhas eleitorais em todo o País.

Há no Congresso Nacional uma proposta de lei para renovar obrigatoriamente, a cada nova eleição, no mínimo 50% das cadeiras do Congresso, assembleias legislativas e câmaras municipais. O candidato somente poderá se reeleger sequencialmente, naquele mesmo cargo, por apenas mais um mandato. Sendo aprovada, essa medida vai oxigenar toda a política e fazer muito bem ao andamento do trabalho em todo o Brasil.

Os políticos das antigas e que se moldaram no poder, não se preocupam com mudanças e com novos projetos. O que eles querem é apenas garantir seu espaço para mais quatro anos de mandato. Novos nomes terão a oportunidade de mostrar um trabalho diferenciado. Procure aquele político que tem boas propostas. Aquele nome com o qual você se identifica e confia para ser os seus olhos dentro das casas de política. Vamos juntos fazer um Brasil diferente.

Para participar desse movimento e contribuir para as mudanças, você deve entrar no site e se cadastrar (http://phs.org.br/contrareeleicao/). Você pode ainda acessar o site e participar dessa campanha no www.contrareeleicao.com.br. Para ficar de olho nas informações, curta a página no Facebook (www.facebook.com/contraareeleicao).


Se você também é contra a reeleição, para que política não vire profissão, apoie essa ideia.

 

Eduardo Machado

 

Presidente Nacional do PHS

 

 

 

 

Não basta votar


O cidadão brasileiro vota com a intenção de mudar uma história. É claro que alguns ainda fazem desse voto uma moeda de troca, o que é lamentável. Mas a maioria, ao escolher seus candidatos, está em busca de um Brasil melhor. É para essas pessoas que os nomes eleitos nos municípios brasileiros em 2012 precisam governar. É necessário que o pensamento esteja sempre voltado para fazer o melhor, com o desenvolvimento de projetos de interesse público e que beneficie sempre uma maioria.

O PHS (Partido Humanista da Solidariedade) tem filosofia cristã e atua nos fundamentos da família, com ideais humanistas e solidaristas. Nesse sentido, entendemos que todos os nossos filiados militam com o mesmo pensamento. E os eleitos pelo PHS espalhados pelo Brasil farão parte do grupo que está empenhado em um Brasil melhor, diferente.

Você, eleitor, que escolheu o PHS nas últimas eleições municipais, tem o direito e dever de cobrar dos seus mandatários. É preciso acompanhar de perto todo o trabalho e, nesse sentido, o PHS abre as portas para o eleitorado e tem certeza que seus eleitos estarão sempre prontos a debater com seu eleitor sobre os problemas de cada cidade. É muito importante que nós, enquanto eleitores, façamos esse papel. Votar é um ato de participação nas decisões. Acompanhar o trabalho de seus candidatos é um ato de cidadania.

Quando falo em acompanhar o trabalho dos eleitos, não estou pensando em vigiar os passos desses políticos. O que sugiro é que façamos nossa parte, ao cobrar e participar das decisões que dizem respeito ao nosso município. O bom político sabe muito bem que esse envolvimento do eleitor só engrandece seu pleito e que é esse eleitor atento que muda os rumos da história.

Eleger um nome é apenas uma fase de todo o processo. O eleito terá inúmeros desafios, principalmente os que assumem um primeiro pleito, mas a força de seu eleitorado e de seu partido é o combustível para um excelente trabalho. Os resultados chegam sempre. Cabe a cada um escolher os bons ou ruins.

Eu convido você a participar, cobrar e sugerir mudanças. Tenho plena consciência de que o PHS é o partido da mudança, da inovação e aceitação. Que nossos mais de 600 eleitos e 150 mil filiados trabalhem para isso!

 

Fevereiro de 2013

 

 

 

 

Fala Presidente: A força do partido para o bem de todos

Para a construção e consolidação da democracia, faz-se necessária a presença dos partidos políticos, organizados voluntariamente em um espaço onde prevaleça o debate livre, com equilíbrio de propostas e projetos, a fim de que as decisões possam ser tomadas em consenso, com predomínio do interesse coletivo sobre o individual. Por meio dos partidos, pessoas com objetivos comuns e ideais bem definidos têm a oportunidade de buscar melhorias para a sociedade, seja no governo ou fazendo uma oposição leal e consciente, que vise o bem comum.

O próprio sistema democrático brasileiro corrobora a ideia de que o mandato eletivo pertence ao partido e não ao candidato. Afinal, é a agremiação que fornece os meios necessários para que o postulante ao cargo público possa se lançar à disputa nas urnas, ao colocar à sua disposição toda uma estrutura, além da força de milhares de militantes. A vitória em uma eleição é, fundamentalmente, uma conquista em equipe.

Neste contexto, os pequenos partidos mostram-se fundamentais, especialmente no caso do PHS (Partido Humanista da Solidariedade). Seus dirigentes estão cada vez mais perto de suas bases estaduais e municipais, o que lhes permite conhecer os anseios dos moradores de cada município, de cada pequena localidade, bem como as reivindicações e necessidades de quem vive em grandes centros. Com isso, tanto tem a capacidade de governar, diretamente ou por meio de parcerias, quanto de fiscalizar o trabalho dos governantes e de cobrar as providências necessárias para melhorar as condições de vida da população que os elegeu.

Como um partido ainda em crescimento, o PHS pode abrir suas portas e fornecer viabilidade eleitoral para candidatos que, mesmo desconhecidos de uma parcela da população, tenham o compromisso de melhorar o meio em que vivem, possam se apresentar ao público, mostrando o que podem realizar com o apoio da legenda a que está filiado. Essas mesmas pessoas – sejam elas donas de casa, comerciantes, funcionários públicos ou profissionais liberais – não teriam o mesmo respaldo em grandes partidos, em que alguns caciques têm cadeira cativa.

Com um quadro qualificado e unido, o PHS vem ampliando sua presença no cenário político a cada pleito, tanto em chapas puro-sangue quanto nas coligações nas quais não abre mão de seus princípios e valores, mostrando aos seus militantes e simpatizantes que um pequeno partido não deve ser uma legenda de aluguel, a serviço incondicional das grandes legendas, mas integrante de alianças justas e equitativas.

Com essa postura, os cidadãos terão sempre seus direitos respeitados e protegidos, ao escolherem livremente seus representantes, desde os que vão administrar as prefeituras ao governante que estará no comando do Palácio do Planalto.


Janeiro de 2013

 

 

 

 

Fala Presidente: Um ano de realizações e um futuro promissor para o PHS

O ano de 2012 foi marcado pelas transformações positivas para o Partido Humanista da Solidariedade (PHS). Conseguimos ampliar consideravelmente a nossa presença nas prefeituras e nos legislativos municipais a partir das eleições de outubro, quando mais que dobramos o número de eleitos em relação a 2008. E também estreitamos os laços entre a Executiva Nacional do PHS e suas bases em todo o Brasil, como ficou comprovado durante a Convenção Nacional do PHS, realizada dia 3 de novembro, em Brasília.

 

Desde que assumi a presidência do PHS, em julho deste ano, a Executiva Nacional reforçou a proximidade e o apoio às Executivas Estaduais e Municipais, dentro do espírito solidarista que é a base do partido. Esse trabalho primoroso está sendo executado com a participação fundamental do nosso novo secretário-geral, Luiz França, do vice-presidente, Cláudio Maciel, do 2º vice-presidente, Belarmino Sousa, a quem reitero meus agradecimentos pela lealdade e companheirismo. E também quero cumprimentar e agradecer a todos os demais filiados e militantes que engrandecem o nome do PHS, sempre respeitando seus ideais humanistas.

Agora, temos o foco voltado para 2014, quando pretendemos ampliar consideravelmente a presença do PHS no cenário federal. O trabalho realizado nos municípios onde nossos representantes atuarão a partir de 2013 será um dos principais pontos de referência para o pleito do ano seguinte, quando, com toda a certeza, vamos manter a tradição de vitórias e de crescimento constante. Para tanto, confiamos na qualificação, na capacidade e na competência dos recém-eleitos e reeleitos e de toda a família solidarista.

 

Estamos cientes dos desafios que vamos enfrentar até consolidarmos nossa posição de destaque no cenário político brasileiro, porém, a união e a força nas urnas – por meio de candidatos próprios ou de alianças feitas criteriosamente - nos traz a confiança necessária para apostar num futuro brilhante. Essas atitudes proporcionaram o crescimento vertical do PHS durante todos os processos eleitorais de que participou.

Diante da aproximação do Natal, maior festa cristã e momento de confraternização das famílias e dos amigos, quero desejar muita paz e muita felicidade a todos que fazem do PHS um partido comprometido com melhores condições de vida para a sociedade brasileira. E em nome do PHS desejo um 2013 repleto de realizações pessoais e profissionais aos que fazem do nosso PHS uma referência de como se faz política de forma pura e transparente.

 

Eduardo Machado
Presidente Nacional do PHS

 

 

 

 


29 de novembro de 2012

É hora de agradecer
 

É com grande satisfação que escrevo esse artigo para agradecer. Preciso agradecer aos brasileiros que confiaram no Partido Humanista da Solidariedade (PHS) e nos deram a chance de trabalhar em nome de um Brasil melhor. Hoje, após o resultado das Eleições 2012, me alegro com o crescimento do PHS em todo o País. Nos próximos quatro anos de pleito, o partido contará com 17 prefeitos, 40 vice-prefeitos e 544 vereadores espalhados pelo Brasil. Ao todo, os candidatos do PHS receberam mais de 2 milhões de votos.


O salto que o PHS dá em 2012 é de nos encher de orgulho. Mostra que temos tido sucesso no projeto de formar políticos humanistas e solidaristas. Que nosso trabalho tem sido compreendido, e apoiado, pelos eleitores. Quero dizer ao eleitor, aos partidários e aos nossos candidatos eleitos que começamos uma nova fase do PHS. Fase de inovações, de prioridades e de um longo trabalho que vislumbra mais e mais conquistas.

 

O PHS se prepara para figurar entre os principais partidos políticos desse País. Em 2014, vamos mostrar que essa união e o trabalho conjunto fazem parte do PHS. Trabalhamos agora, juntos aos eleitos, pensando em um cenário ainda mais próspero nas eleições estaduais e federais de 2014. Temos como meta mínima a eleição de dez deputados federais. E sabemos, principalmente após os resultados desse 7 de outubro, que isso deixará de ser um sonho.

O PHS mostra a que veio e prova que é possível vencer, com muito trabalho, mesmo sem as avalanches de recursos que outros partidos dispõe para o apoio em todos os municípios. Fizemos o que estava ao nosso alcance e nos esforçamos para ajudar a maioria dos candidatos em todos os mais de três mil municípios em que o PHS já estava presente.

Aos que lutaram em uma campanha limpa, mas que infelizmente não conseguiram se eleger, meu muito obrigado por acreditar no PHS e escolher esse partido. A todos os nossos representantes, que empunharam a bandeira do PHS por esse Brasil afora, o meu muito obrigado. É com todos vocês, políticos e eleitores, que partimos para a realização de mais sonhos. 

 

Com o apoio dos brasileiros, 2012 se torna um marco para o PHS e nos dá força para seguir em frente!


Eduardo Machado
Presidente Nacional do PHS