Um dos temas mais debatidos nos últimos dias no Brasil, principalmente em São Paulo, é a crise da falta de água e o racionamento. A situação chegou a níveis alarmantes e agora é preciso uma medida emergencial para resolver a questão e evitar que ela fique ainda mais crítica para milhões de pessoas no estado mais populoso do Brasil.

O que não se discute, no entanto, é a raiz desse problema, recorrente em vários estados do Brasil. Enquanto trabalharmos como "bombeiros", apenas apagando "incêndios", nada será resolvido. Nossa preocupação maior tem que ser com os mananciais de água. Ninguém defende essa causa como deve ser defendida. Nesse sentido, o PHS já se preocupa com a preservação dos mananciais e agora, com cinco deputados federais que formam a bancada do partido na Câmara dos Deputados, poderemos fazer ainda mais.

Queremos sensibilizar as autoridades para que nossas nascentes sejam tratadas com seriedade. É preciso acabar com a especulação imobiliária em áreas de preservação. E a regra precisa valer para qualquer pessoa. Não importa se ali será construído um barraco de lona ou um grande complexo empresarial. Regras são regras e precisam ser respeitadas sem usar o famoso “jeitinho”.

O Brasil é um país privilegiado no que diz respeito à quantidade de água, mas a distribuição não é uniforme. Precisamos de estratégias para que as nossas fontes de água sejam bem aproveitadas. Precisamos de sistemas de captação de água bem feitos e articulados. Hoje, muita água é perdida nas tubulações da rede de distribuição entre os pontos de capitação e as torneiras das nossas casas.

Segundo dados da ONU (Organização das Nações Unidas), 77 milhões de brasileiros ainda não têm o abastecimento de água regular e de qualidade. Esse número equivale a todos os habitantes da Alemanha. A ONU ainda aponta que 60% da população – 114 milhões de pessoas – não possui solução sanitária apropriada. Vamos sair do conforto de nossos lares bem abastecidos e pensar que cuidar das nossas nascentes é resolver a raiz desse problema.

Não é possível que vamos continuar a ver esse cenário por anos e anos. O PHS convida a todos os solidaristas e brasileiros a lutar por essa causa para que a água de qualidade esteja ao alcance de todos os brasileiros.

Eduardo Machado
Presidente Nacional do PHS

PALAVRA DO PRESIDENTE – Água: é preciso cortar o problema pela “raiz”

Deixe uma resposta