Presidente Eduardo Machado parabeniza mulheres brasileiras

Por um Brasil mais justo


Na última semana, a Câmara dos Deputados aprovou pena maior para os envolvidos em assassinatos de mulheres. A punição será de 12 a 30 anos de prisão quando o crime tiver violência doméstica e familiar ou menosprezo e discriminação contra a condição de mulher. O crime também será classificado como hediondo. O projeto segue para sanção presidencial.

Conquistas como essa, devem ser diárias no Congresso Nacional, nas Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais. Os políticos precisam ter em mente que as mulheres são parte determinante nessa grande engrenagem que move nosso País.

A violência doméstica precisa ser combatida não só com o poder de polícia, mas principalmente com o poder político e também dentro de nossas casas, por meio da educação de nossos filhos.

Precisamos olhar para as mulheres e enxergar pessoas vitoriosas, que ignoraram os “limites” impostos pela sociedade e tomaram espaços importantes na vida profissional e pessoal. As mulheres merecem nossos cumprimentos por, diante de tantas adversidades, irem à luta e conquistarem seus objetivos.

Continuem assim, mulheres. Mostrem que sexo frágil é uma invenção social.

Feliz 8 de março a todas as solidaristas e brasileiras.


Eduardo Machado
Presidente Nacional do PHS

Deixe uma resposta