Resposta do Líder do PHS: não negociamos votos

O líder do PHS, Diego Garcia (PHS/PR), afirmou que não trocará sua posição em temas sobre os quais já manifestou opinião e não negocia votos, como sugere a reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, publicada nesta terça-feira (25).

A matéria indica que “interlocutores do governo no Congresso Nacional oferecem cargos no terceiro escalão do Executivo que essas legendas pleiteiam, desde que, em troca, garantam que a maioria de suas bancadas votará a favor das reformas”. No entanto, o líder do PHS rebate a afirmação e diz que não aceita negociatas.

“Não negociamos cargos em hipótese alguma, seja em troca de cargos ou de qualquer outra coisa. Nossa ética não está à venda, assim como não comercializamos nosso compromisso com o povo brasileiro, que nos elegeu para representá-lo”, afirma o deputado paranaense.

A bancada do PHS, composta por sete deputados, vota de acordo com o que entende ser melhor para o povo brasileiro, o que pode ser constatado em diversas ocasiões.

“Não podemos ser culpados pela austeridade das reformas propostas, declaradamente impopulares, ainda mais quando tentam nos igualar aos políticos que firmam acordos nos subterrâneos, que tratam de negociatas às sombras”, afirma Diego Garcia.

Deixe uma resposta