Saiba como foi o domingo de votações do impeachment em Brasília

A Bancada Federal do PHS, com seus sete deputados, votou SIM pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff neste domingo (17), na Câmara dos Deputados. Os 513 parlamentares decidiram, por 367 votos a favor, 137 contrários, sete abstenções e duas ausências,  encaminhar o processo de impeachment ao Senado.

O líder Givaldo Carimbão (PHS-AL) anunciou o voto do partido e justificou seu voto pessoal, o único contra o processo, de acordo com sua história política. Seis deputados solidaristas votaram pelo impeachment: Carlos Andrade (RR), Diego Garcia (PR), Dr. Jorge Silva (ES), Marcelo Aro (MG), Marcelo Matos (RJ) e Pastor Eurico (PE).

Clique aqui e assista ao discurso do líder representando a Bancada do PHS.

Clique aqui e assista ao voto

Nas redes sociais do PHS e da Liderança, você sabe como foi o domingo dos solidaristas.

Veja o voto do deputado Marcelo Aro em sua página no Facebook.

O deputado Marcelo Matos fez vários vídeos de dentro do plenário. Assista.

Quem também acompanhou tudo de perto e divulgou sua opinião foi o deputado Diego Garcia.

O deputado Carlos Andrade também votou sim. E explicou o porquê.

Dr. Jorge Silva também postou o vídeo do seu voto.

E o Pastor Eurico divulgou vários vídeos durante o domingo.
 

O que acontece agora?

Agora, o processo segue par ao Senado. Uma votação decidirá se os senadores discutirão ou não o processo. Nessa etapa, é necessário apenas maioria simples.

Se aprovado o processo, a presidente é afastada por até 180 dias. O Senado fica então responsável pelo seu julgamento.

A segunda votação no Senado, para decidir definitivamente sobre o afastamento da presidente, é comandada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e exige dois terços dos votos (54 dos 81 senadores) para a condenação.

Deixe uma resposta