Solidaristas acompanham momento histórico para o Brasil na Câmara

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), avalia que o Plenário pode fazer sessões sem intervalo até o domingo (17), para que todos os partidos e deputados inscritos façam pronunciamentos contra ou a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Os sete deputados federais pelo PHS participam ativamente desse momento histórico e de decisões para o Brasil. Carlos Andrade (RR), Diego Garcia (PR), Dr. Jorge Silva (ES), Marcelo Aro (MG), Marcelo Matos (RJ) e Pastor Eurico (PE) já se posicionaram a favor do impeachment. O líder da Bancada do PHS, deputado Givaldo Carimbão (AL), se posicionou contrário ao processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff.

O solidarista Diego Garcia afirmou em plenário nesta sexta-feira (15) que a população está sofrendo e pagando um alto preço pela consequência de tantos escândalos e corrupção.

A primeira sessão do Plenário começou às 8h55 desta sexta-feira (15). A votação está marcada para começar às 14h de domingo (17).

Clique aqui e veja entrevista completa do presidente da Casa, Eduardo Cunha.

 

 

Deixe uma resposta