Vereador Laércio Benko propõe CPI da exploração infantil

 

A Câmara Municipal de São Paulo definiu nesta terça-feira (26) as duas CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) que serão instaladas em 2013. Os colegiados investigarão irregularidades no funcionamento dos estacionamentos e a exploração sexual infantil na cidade de São Paulo.

Proponente da CPI da exploração sexual infantil, o vereador Laércio Benko (PHS) disse que o problema ocorre em todo o País, mas acredita que a investigação é uma oportunidade de mitigar a situação na cidade. “Basta a gente ir nos arredores do fórum João Mendes, ao entardecer, basta irmos à rodovia Fernão Dias para ver crianças de 12, 13 anos sendo levadas para se prostituir na boleia dos caminhões”, comentou o vereador.

A outra CPI investigará se os estacionamentos da cidade estão cumprindo todas as exigências legais necessárias para seu funcionamento. “Como a gente teve o episódio da boate lá no Rio Grande do Sul, que teve uma grande repercussão, todo cuidado é pouco com essas questões. Então, em relação a todos os lugares, públicos ou privados que precisem de uma atuação efetiva da Prefeitura, a Câmara tem que ajudar a fazer com que as coisas andem”, afirmou Juliana Cardoso (PT), que protocolou o pedido da CPI.

Ambos os colegiados terão 9 membros. O regimento da Câmara Municipal de São Paulo determina que os vereadores têm 15 dias para instalar as CPIs.

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta